casa inteligente de arquitetura moderna

Arquitetura e Automação Residencial

Automação na arquitetura?

A automação residencial há muito está associada à custos, tempo de instalação e um processo complicado que leva muitos arquitetos a descartar a ideia de automatizar projetos. No entanto, esses dias já se foram. Não existe mais arquitetura sem os conceitos da casa inteligente.

Com custos menores e montagem rápida, hoje, desenvolver um novo projeto sem automação residencial não faz sentido. Abaixo, compilamos uma série de dicas para ajudar a incorporar a domótica em seu próximo projeto.

1) Experimentar a automação residencial é fundamental

A grande maioria das pessoas que já morou em um espaço automatizado dificilmente sentirá conforto em retornar a uma casa não inteligente. Para convencer um novo cliente, é fundamental que ele possa experimentar os benefícios da domótica: testar as diferentes opções de controle, dar comandos de voz, gerenciar a climatização, alterar a intensidade e a cor da luz, controlar a piscina, etc.

2) O usuário deve identificar o que realmente deseja controlar

Uma vez que o usuário experimenta a automação residencial, ele pode querer controlar tudo. Mas a automação deve funcionar como um sistema que facilita os processos, sem complicar a vida do usuário! Automatizar o funcionamento de uma churrasqueira pode não fazer diferença real na qualidade de vida do usuário. No entanto, a capacidade de programar luzes, ambientes, climatização, alarmes, irrigação e diversos comandos em determinadas horas do dia trazem valor e qualidade para o cliente.

3) É mais eficaz aplicar Cenas do que Comandos individuais

Uma vez identificadas as necessidades do usuário, é aconselhável planejar soluções que permitam a programação e controle de ambientes de maneira prática. Por exemplo, ao selecionar um ambiente pré-definido para a noite, o sistema executará, em um único processo, a atenuação e desligamento das luzes, o fechamento das cortinas e o acionamento do alarme. Isso é uma Cena! Mas nada impede o controle individual de cada elemento.

4) Contrate Uma Empresa Especializada

Não caia em armadilhas, projetos bem executados exigem empresas especializadas. Não é a toa que as pessoas buscam especialistas em arquitetura. Somente uma empresa bem estruturada pode entender as demandas do cliente, criar um projeto dedicado, instalar e fornecer suporte para as diversas dúvidas e necessidades do cliente. A popularização da automação trouxe diversos aventureiros para o mercado, desde eletricistas até “especialistas” com curso de 4 horas. Não aposte a sua reputação nessas aventuras. Infelizmente, essa batata quente pode ficar na sua mão quando a empresa de um homem só evaporar.

5) o sistema de automação residencial reduz o consumo de energia

Quanto maior a construção automatizada, maior a economia de energia! Isso é uma regra. Mas até uma automação residencial para apartamento vai gerar um impacto positivo na conta de energia. O gerenciamento inteligente do uso da iluminação, climatização e os diversos dispositivos da residência gera um menor consumo de energia.

6) A automação residencial melhora a qualidade de vida de idosos e pessoas com necessidades especiais

Através de controles práticos e sensores de movimento, a automação residencial facilita muito a maneira como idosos e pessoas com necessidades especiais habitam seus espaços diários. Entre outros benefícios, é possível programar o acendimento das luzes em um determinado horário do dia, aumentando sua intensidade com o passar das horas, ou ligando e desligando automaticamente quando a pessoa entra em determinados cômodos. Além disso, pessoas com problemas motores podem acionar luzes e equipamentos por comandos de voz.

Cada vez mais a arquitetura é responsável por prever todas as necessidades das pessoas. E conforto, usabilidade e praticidade tem tudo a ver com isso!

7) Integre Segurança no sistema de automação residencial

Um dos pilares da Casa Inteligente é a segurança! Câmeras, alarmes e sensores (fumaça, CO2, vazamento….) fazem parte da segurança moderna. Mas é preciso saber aplicar corretamente esses elementos, pois a necessidade deles varia de acordo com a residência e o desejo do cliente. E a inclusão do alarme em um sistema de automação residencial, notifica o usuário diretamente em seu celular se alguém disparou o alarme. Além disso, câmeras de vigilância permitem ver em tempo real o que está acontecendo. E os sensores, geralmente os mais negligenciados, alertam de perigos muitas vezes invisíveis (vazamentos de gás) ou problemas menos mortais como vazamentos de água.

Se engana quem acha que arquitetura não tem a ver com segurança!

Veja Mais:
Som Ambiente Para Casa Inteira
arquitetura com som ambiente são paulo

Som Residencial Para Casa Inteira Um sistema que transmite música para todos os cômodos da casa oferece muitos benefícios para Read more

Casa Inteligente Para Iniciantes
automação residencial simplificada

Esteja você procurando seu primeiro dispositivo inteligente, expandindo sua coleção ou fazendo com que seus dispositivos cooperem, aqui estão quatro Read more

Som Ambiente Residencial com Automação
sonorização automatizada apartamento moderno

Som Ambiente Residencial com Automação Vale a Pena? Os sistemas que transmitem música para todos os cômodos da casa oferecem Read more

Como Escolher uma Fechadura Digital?
fechadura prática casa inteligente

Você se lembra de todas as vezes que chegou à porta de casa apenas para passar os próximos minutos procurando Read more